• Dicas de Poupança

10 Dicas do que fazer em caso de acidente de trânsito

Acidentes podem acontecer em qualquer momento e sem que tenha qualquer culpa. Sabe o que deve fazer em caso de estar envolvido num acidente de viação? Confira aqui as principais dicas de como agir em caso de acidente!

1 - Manter a calma

Situações destas podem acontecer a qualquer um e o mais importante de tudo é manter uma postura calma e tranquila. Pois todos sabemos que "perder a cabeça" não irá ajudar em nada! Do outro lado está outra pessoa, tal como você...


2 - Verificar se existem danos físicos

Mais importante do que os bens materiais, são os danos físicos. Não facilite e em caso de danos ou de dúvida deve ligar imediatamente para o 112. No entanto, atenção que por vezes, os danos nas viaturas podem origem consequências maiores, como por exemplo, alguma fuga que poderá originar um incêndio ou uma explosão. Novamente, nesse caso ou na dúvida, ligue para o 112!


3 - Atenção à sinalização do acidente

Para evitar novos acidentes de ocorrerem, não se esqueça que é obrigatório proceder à sinalização do acidente. Vestir o refletor assim que sair da viatura, ligar os piscas de sinalização (4 piscas) e colocar o triângulo a uma distância de pelo menos 30 metros, são regras a ter em atenção. Em caso de condições atmosféricas adversas, deve-se dobrar a distância de posicionamento do triângulo na via pública. Além disso, em caso de necessidade, alerte a PSP ou GNR para ajudarem na resolução.


4 - Cuidados com vítimas

Como já foi referido, em caso de danos corporais, deverá chamar o 112. Além disso, é necessário preservar o local intacto e esperar a chegada da ajuda e das autoridades. Não deve não movimentar os feridos, porque poderá agravar a situação. Em caso de vítimas mortais, condutores embriagados ou danos na via pública, não deve ser feita qualquer remoção de veículos, pois haverá a necessidade de realizar uma análise técnica por parte das autoridades.


5 - Registo da ocorrência

Não se esqueça de registar algumas informações importantes que poderão ajudar mais tarde. Informações como os dados dos condutores, o endereço do local do acidente, o dia, a hora ou eventuais testemunhas (e os seus dados), nunca são demais. Tirar algumas fotos do acidente, onde se vejam claramente as posições das viaturas e os danos, também poderá ser uma boa ideia.


6 - Desobstrução das vias

Se não existirem vítimas, a regra é para desimpedir a via pública, de modo a não interromper o tráfego e evitar que novos acidentes possam vir a ocorrer. No caso de não ser possível deslocar os veículos, então deverá chamar um reboque.


7 - Declaração amigável

Deve ter sempre na sua viatura uma Declaração Amigável de Acidente Automóvel (DAAA), uma vez, que esta deverá ser preenchida por todos os intervenientes no acidente com a sua visão dos acontecimentos. Todos os intervenientes a deverão entregar na sua seguradora no prazo de 8 dias. Tenha em atenção que mesmo que alguém se declare culpado pelo acidente, quem irá atestar isso, será o que estiver escrito na Legislação. E as seguradoras irão cumprir o que a Lei determinar! Por isso, não facilite e preencha a DAAA! Não havendo acordo, cada interveniente deve preencher a DAAA e entregar na seguradora do outro interveniente. Só irá sofrer agravamento no prémio de seguro, caso seja considerado culpado.


8 - Restantes condutores

A norma é que os restantes condutores que estiverem a passar pelo local, devem continuar normalmente o seu trajeto, caso não seja solicitada qualquer ajuda. Caso seja, têm o dever legal e moral de parar e prestar qualquer auxílio que seja necessário. A curiosidade poderá levar a constrangimentos no trânsito e, inclusive, originar novos acidentes. Nada de tirar fotos ou filmar o acidente, porque além de ser perigoso, é uma infração ao código da estrada e punível com multa entre 250€ e 1.250€ e a perda de 3 pontos na carta de condução!


15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Verão