• Dicas de Poupança

30º aniversário da independência do Cazaquistão


Durante o mês de março muitos povos turcos e iranianos celebram o Noruz, o feriado do Equinócio, ou seja, a chegada da Primavera no calendário astronómico solar. Em 2009 a UNESCO incluiu este feriado na Lista Representativa do Património Cultural Imaterial da Humanidade.


O Cazaquistão é assim um jovem país da Ásia Central e está a comemorar o 30.º aniversário da sua independência este ano. E são várias as conquistas da independência ao longo dos anos.


Este Estado é o herdeiro da notável civilização nómada da Grande Estepe, da qual surgiram várias formações de Estado, incluindo a Horda de Ouro e o Canato Cazaque, fundado em 1465.


Após 260 anos a fazer parte do Império Russo e da União Soviética, o país recuperou a sua independência a 16 de dezembro de 1991, e Nursultan Nazarbayev foi eleito popularmente como o primeiro Presidente da República do Cazaquistão.


Desde o início da sua independência, que o Cazaquistão tem vindo a implementar reformas destinadas a passar de uma economia centralizada e planeada, para uma economia moderna de mercado livre. E também, passando de um modelo totalitário de governo para uma democracia multipartidária.


Nos últimos 30 anos, o Cazaquistão obteve um sucesso significativo em vários campos, como na política, economia, sociedade, cultura e desporto, o que veio aumentar o seu reconhecimento internacional.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo