• Dicas de Poupança

6 Dicas para brincar com os filhos dentro de casa

Todos sabemos que a brincadeira faz parte da nossa vida e os especialistas defendem que brincar tem um papel extremamente importante na aprendizagem e no processo de desenvolvimento. Portanto, brincar com as crianças é fundamental e, mesmo dentro de casa, é possível criar momentos divertidos. Basta algum tempo e imaginação e irá certamente, proporcionar momentos inesquecíveis nas memórias dos seus filhos!



Ficam as nossas Dicas:


#1 - Ler e contar histórias

As crianças necessitam de ser estimuladas, com vista a desenvolverem a sua criatividade. Para isso, devemos proporcionar-lhes diversas atividades, que lhes permitam expressar-se livremente. A Literatura Infantil permite múltiplas explorações e enormes conceções que leva a criança à descoberta do mundo, onde sonhos e realidade se incorporam, dando-lhe assim a capacidade de modificar a realidade. Por isso, “logo desde o pré-escolar, a Literatura Infantil instaura-se como um excelente motivo e rampa de lançamento para explorações múltiplas sobre essa incógnita que é o mundo dos “grandes.”


Instaurar uma hora do conto, por exemplo, pode ser um momento de pausa para ambos nos dias mais agitados, e além disso, faz estimular o gosto pelos livros e a imaginação. A leitura diária por parte dos mais pequenos ajuda ainda a treinar a pronúncia, a entoação e a expressividade.



#2 - Acampar dentro de casa

Isso mesmo, a ideia é acampar dentro de casa, uma atividade para quebrar a monotonia e manter os pequenos entretidos por boas horas seguidas, ou até fazerem-no mesmo para passar a noite! E se está a pensar que não tem quintal ou jardim, isso não é desculpa! Porque a ideia é mesmo acampar dentro de casa!

Aproveite e junte algumas brincadeiras de acampamento, como jogos de cartas, dominó, STOP, ou UNO. E claro, esqueça o telemóvel por algumas horas, desligue a televisão e deixei os jogos de computador de lado. A ideia é passar tempo de qualidade com aqueles que mais ama!


Dica: espalhe almofadas pelo chão os seus filhos se sentem perto das "barracas". É esse o espírito quando estamos a acampar, certo? Bons momentos de conversa sem perceber o tempo passar.



#3 - Caça ao tesouro A caça ao tesouro nada mais é do que combinar com as crianças que elas vão precisar encontrar alguma coisa em casa (o tesouro) e para isso vão precisar decifrar pistas.


A graça está na elaboração das pistas que podem ser mais fáceis ou difíceis conforme a idade das crianças.

Primeiro há que definir o tesouro. Pode ser um objeto qualquer ou então uma espécie de prémio, que os mais pequenos possam usufruir depois de o encontrarem: um brinquedo, um livro, chocolates. Para descobrir o tesouro terão de seguir uma série de pistas, ou então um mapa da casa, onde o X marca o lugar do esconderijo. Além de ser muito divertida, esta é uma atividade que estimula o raciocínio, a concentração e a estratégia.


#4 - Corridas de berlindes

Se brincou com berlindes durante a infância e se é fã de corridas vai adorar esta Dica.

Para fazer corridas de berlindes basta criar uma pista no chão, ou numa mesa, com fitas ou fios de lã. Depois, cada corredor escolhe o seu berlinde (ou tampas de garrafas, ou cápsulas de café vazias, caso não tenha berlindes) e com a ajuda de uma palhinha sopra para fazer mover o objeto. O primeiro a atravessar a meta ganha! Vai ser muito emocionante e divertido!



#5 - Experiências científicas Fazer experiências científicas e algumas delas são muito simples de fazer! Deixamos algumas que pode colocar já em prática!


Lâmpada de lava

A primeira experiência é para arregalar os olhos das crianças. Utilize uma garrafa plástica transparente e encha um quarto dela com água. Depois, complete a garrafa com óleo e espere até que ele se deposite por completo acima da água. O próximo passo é pingar algumas gotas de corante de alimentos.

Por ter a mesma densidade/peso da água, o corante irá mergulhar pelo óleo e colorir a água no fundo da garrafa. Para completar, pegue um comprimido efervescente (sem cor) e coloque no recipiente. Depois de chegar ao fundo, ele vai começar a libertar bolhas coloridas. Ótima oportunidade para aprender sobre densidade, libertação de gases e misturas químicas.


O ciclo da água

A água evapora dos rios, mares e lagoas, forma nuvens no céu e volta como chuva, cuja água é absorvida pelos solos e transformada novamente pelas plantas. Aprendemos o ciclo da água desde pequeno nos livros de biologia, mas há uma forma de criar esse processo inteiro dentro de casa.

Coloque um pouco de água para ferver e, assim que ela estiver em ponto de ebulição, transfira a água para uma jarra de vidro temperado. Em seguida, coloque um prato fundo (virado para cima) sobre a jarra. Espere alguns minutos até que o vapor se acumule nele e coloque gelo na parte de cima do prato. O ar quente da jarra, quando encontrar o ar frio que está sobre o prato, vai condensar e criar gotas de água, fazendo, assim, chover na jarra. Algo que acontece de forma muito semelhante na nossa atmosfera.



#6 - Dançar Esta é uma atividade mais física e que é ideal para manter a atividade física, tanto para miúdos como para graúdos.

Além disso, é ótima para desenvolver a coordenação motora, estimular a liberdade de expressão e de movimentos, e a linguagem corporal. Não requer grandes tecnologias nem preparação! É só ligar o rádio ou colocar uma playlist e deixar-se divertir! Será muito engraçado criar uma coreografia em família e depois partilhar com os outros membros da família! E se quiser colocar nas redes sociais, poderá disponibilizar no Tik Tok e identificar o Dicas de Poupança, ou no YouTube!

7 visualizações0 comentário