• Dicas de Poupança

A subida da Euribor afeta a prestação da sua casa?


Provavelmente já ouviu várias vezes falar de Euribor. Este indexante está associado aos créditos bancários e utiliza-se desde 1999. Dada a sua importância para as famílias portuguesas, vale a pena conhecer de que forma a sua subida ou descida poderá afetar a prestação mensal com o crédito habitação.

A palavra EURIBOR é, desde logo, um acrónimo para Euro Interbank Offered Rate, baseando-se na média das taxas de juro praticadas nos empréstimos a curto prazo realizados entre um painel de bancos europeus. E é calculada diariamente, variando em função dos prazos, que podem ser a uma semana, um mês, três meses, seis meses ou um ano. Em Portugal, e tipicamente para o crédito à habitação, aplica-se a EURIBOR a seis ou a 12 meses.

A subida da Euribor afeta a prestação da casa? A resposta curta é que sim, mas depende.


Para melhor compreensão, ao contratar um crédito habitação com taxa variável, a taxa de juro aplicada à sua prestação mensal será formada pelo spread que é uma componente fixa (parte do ganho do banco que fica definido entre o cliente e o banco no início do contrato de crédito) e a EURIBOR que é um componente variável. Assim, se esta aumentar, o valor do encargo mensal com o crédito habitação também aumenta, e se suceder o contrário, uma descida irá aliviar o encargo mensal.


Já tratando-se de um crédito habitação com recurso a uma taxa de juro fixa, o encargo mensal não irá sofrer qualquer alteração durante a duração da taxa fixa.

2 visualizações0 comentário